DV e a mudança de status de residência (visto)

Q: Sou uma mulher de nacionalidade                     . Cheguei ao Japão com o visto de estadia de curto prazo(turista), e mesmo com o visto vencido permaneci no Japão porque queria trabalhar. E fiz amizade com um japonês, e como engravidei, deixei de trabalhar e começamos a viver juntos. E antes da criança nascer casamos,mas quando casei, sofri muito porque o meu marido todos os dias dizia「quer casar por interesse do visto」. Enfim casamos, e quando fui solicitar a permissão de residência do Cônjuge de Japonês, ele dizia "é por interesse para o visto" e por várias vezes impediu os procedimentos, que até os funcionários da imigração ficavam com pena de mim. Meu marido fica irritado em relação ao status de residência, por muitas vezes atirou coisas com raiva, e em seguida me batia. A minha criança está na idade de ir à escola primária em breve, mas pelo impedimento do meu marido, continuo ilegal. Desejo me separar, como eu que não tenho o visto, posso consultar sobre o DV(Violência Doméstica)?

A: Apoiando as mulheres estrangeiras, há muitas consultas de que o marido não colabora na obtenção do visto de Cônjuge de Japonês. O motivo é porque sem colaboração do marido é difícil de conseguir o visto, e assim podem controlar a esposa estrangeira. E em este caso, se na Imigração tenha iniciado os procedimentos ajudará. Como a criança possui a naconalidade japonesa, e  por estar com a custódia da criança japonesa, solicite a Assistência às Vítimas DV(Violência Doméstica). E sobre o visto alegando que por motivo do DV(Violência Doméstica) fez o divórcio ,e como mãe estrangeira com a guarda da criança de nacionalidade japonesa, será necessário fazer a consulta novamente na Imigração. Como há o problema de visto, não é fácil, mas apoiando as mulheres com este problema, dentro destes há casos que conseguiram obter o visto de estadia. Consultar com as organizações de assistência às vítimas estrangeiras DV ou com advogados.

Número de telefone:

- Português, espanhol,Inglês: 090-8001-4695 (de segunda à sexta, das 10:00 às 17:00)

- Chinês, tagalo, coreano: 090-8001-4695

- Tailandês: 090-8002-2949

-Centro de consulta sobre violência doméstica e Centro de assistência da prefeitura de Kanagawa (portugués,espanhol, etc.) : de segunda a sábado das 10:00 às 17:00h, tel. 050-1501-2803