Divórcio DV

Q. Sou uma mulher de nacionalidade                       . Estou preocupada com o divórcio com o meu marido japonês pelo motivo do DV(Violência Doméstica). No entanto, não tenho poder econômico suficiente, e meu marido é trabalhador assalariado de  empresa. E como não sou sei-shain(trabalhadora efetiva), não recebo o suficiente para sustentar as duas crianças estudantes da escola primária. A luta contra o meu marido pela custódia das crianças será desvantagem por eu ser estrangeira. Mas, continuar vivendo junto, serei espancada novamente, e as crianças vendo o pai agredindo a sua mãe, não são felizes. Como poderei proceder com o divórcio? Mas como não tenho dinheiro suficiente, não posso sair de casa com as crianças, e também não posso consultar com um advogado sobre o divórcio.

A. Neste caso como está recebendo o DV (Violência Doméstica) deve pensar em consultar os Centros DV(Centro de Apoio e Aconselhamento), ou os Centros da cidade ou do distrito, para receber o apoio. A vítima do DV, em caso de correr o risco de ser agredida será possível receber a proteção temporária. Nesse caso, você poderá sair de casa com as crianças, e poderá também receber o apoio sobre a vida futura. No entanto, para a proteção temporária, por utilizar  um abrigo(shelter) que protege a segurança da vítima em primeiro lugar, para garantir a segurança, você deve evitar temporariamente as comunicações e as saídas. Porém, é um método válido para fujir de seu marido, até iniciar uma vida segura.

Número de telefone:

- Português, espanhol,Inglês: 090-8001-4695 (de segunda à sexta, das 10:00 às 17:00)

- Chinês, tagalo, coreano: 090-8001-4695

- Tailandês: 090-8002-2949

-Centro de consulta sobre violência doméstica e Centro de assistência da prefeitura de Kanagawa (portugués,espanhol, etc.) : de segunda a sábado das 10:00 às 17:00h, tel. 050-1501-2803