Compartilhamento de despesas em caso de Violência Doméstica

Q. Sou uma mulher de nacionalidade ________________ . Vivi com meu marido japonês por 15 anos e temos dois filhos. Porém, quando vivíamos juntos, ele me agrediu fisicamente por muitas vezes, e no momento vivemos separadamente. Eu estou pensando em começar a tratar do meu divórcio, mas creio que meu marido não admitirá que ele me violentava e também acho que ele não aceitará o divórcio que consequentemente levará tempo para os trâmites. Atualmente, estou vivendo com as pequenas economias que tenho e trabalhando, mas não é o suficiente para as despesas. Pelo motivo que tenho um pouco de poupança, eu não poderei solicitar a ajuda de subsistência(seikatsu hogo). Há alguma forma de resolver o meu problema?

A. O marido que vive separado tem o dever de compartilhar as despesas, e ao mesmo tempo também é possível iniciar com a mediação do divórcio. Isso é chamado compartilhamento de despesas matrimonial. Quando casados mas vivendo separados, as despesas de aluguel, custo de vida devem ser pagos. O valor será decidido baseando-se na renda do marido e outros pontos que devem ser considerados. (Quando o divórcio for legalmente aprovado, o pagamento é encerrado), mesmo determinando o valor que deve ser pago e ele não cumprir com o pagamento, os bens (poupança, imóveis,etc.) em nome do marido podem ser apreendidos com o necessário procedimento legal.

Número de telefone:

- Português, espanhol,Inglês: 090-8001-4695 (de segunda à sexta, das 10:00 às 17:00)

- Chinês, tagalo, coreano: 090-8001-4695

- Tailandês: 090-8002-2949

-Centro de consulta sobre violência doméstica e Centro de assistência da prefeitura de Kanagawa (portugués,espanhol, etc.) : de segunda a sábado das 10:00 às 17:00h, tel. 050-1501-2803